top of page

Guia para um Onboarding Eficiente e Inesquecível

Sabe qual é a receita para uma empresa de sucesso? Uma boa dose de vendas fechadas, colaboradores da melhor qualidade e o mínimo possível de rotatividade, tudo isto com redução eficiente dos custos de produção. Mas como alcançar esta mistura perfeita?


O segredo está no onboarding, que é como quem diz no "embarque", mas sem as passagens caras e as malas pesadas. É o momento de acolher e integrar os novos membros da equipa, fazendo com que eles mergulhem na cultura, valores e métodos operacionais da empresa de forma positiva e produtiva. Na realidade, é como preparar os passageiros para uma viagem de sucesso.


Então, aperte o cinto e prepare-se para embarcar no mundo do sucesso empresarial. O primeiro destino é o conceito dos 4 C's:


1. Conformidade: a primeira etapa consiste em garantir que o novo funcionário está em conformidade com todas as políticas, normas e regulamentos da empresa e inclui o preenchimento de formulários, a apresentação de documentos e a realização de formações obrigatórias.


2. Clarificação: nesta etapa focamo-nos no esclarecimento das funções e expectativas de parte a parte, para que saiba o que se espera dele e como o seu trabalho se insere na estratégia e objetivos da organização.


3. Cultura: é a apresentação da cultura organizacional naquilo que são os seus objectivos, valores e visão, bem como os comportamentos esperados dos colaboradores.


4. Conexão: finalmente, pretende-se ajudar o novo funcionário a conectar-se com a equipa, a empresa e a sua nova função, através de atividades de integração, estabelecimento de metas claras e mantendo feedbacks constantes - é essencial que o novo colaborador se sinta acolhido e valorizado pela empresa desde o início de sua jornada.



Seguimos viagem para o segredo de um onboarding bem sucedido - o itinerário. Prepare o plano antecipadamente e não salte nenhuma paragem:


1. Planeie o processo

Antes de iniciar o onboarding, há que definir duração, prazos, meios e objetivos específicos, estabelecendo metas e responsáveis para cada uma das etapas. Crie um cronograma para que todos os envolvidos percebam o plano de forma clara.


2. O guia da nova casa

Ainda antes do primeiro dia, envie ao novo membro um Guia de Boas-Vindas ou um Manual do Colaborador que contenha notas sobre a história, valores, missão e visão da empresa. Inclua ainda informações práticas relacionadas com o período de experiência, o dia de admissão, procedimentos a adoptar e esclarecimentos importantes como o vencimento ou o tipo de contrato.


3. Café e boa prosa

No primeiro dia, seja receptivo e simpático com o novo colaborador e crie um ambiente onde ele possa sentir-se bem-vindo. Lembre-se de que ele pode estar ansioso e inseguro. Um café, uma mensagem e um kit de boas-vindas são ótimas ideias para quebrar o gelo inicial. Muitas vezes é nesta altura que se entregam as fardas e alguns dos brindes ou produtos personalizados com o logotipo da empresa.


4. Prepare o posto de trabalho

Está na altura de garantir que o novo elemento tem todos os recursos, materiais e equipamentos necessários para executar o seu trabalho com eficiência. Isto passa pela disponibilização de documentos e ferramentas mais básicas, mas também pelo acesso à conta de email e outros softwares que possam ser necessários.


5. Chegaram reforços!

Anuncie a chegada do novo colaborador a todos os membros da equipe com uma mensagem divertida e um resumo do seu perfil e funções.


6. Apresente o colaborador

Agende uma apresentação formal do novo colaborador à equipa mais próxima, seja em grupo ou individualmente. Ofereça um pequeno-almoço ou um lanche para que todos possam conhecer e interagir com ele, abrindo a porta à criação dos primeiros laços.


7. Faça uma visita guiada

Dê a conhecer as instalações, fazendo o trabalhador sentir-se em casa. Introduza nas explicações elementos importantes como o horário de trabalho, as diretrizes da empresa e os procedimentos de segurança, entre outros. Apresente cada área e departamento, identificando os colegas de trabalho e parceiros estratégicos.


8. Designe um mentor

Defina previamente alguém na sua equipa para ser mentor do recém-chegado. Além de ajudar a acelerar a integração, caberá a ele estar disponível para responder a dúvidas e corrigir eventuais falhas, bem como garantir a aplicação das práticas, processos e normas da empresa. O seu feedback será por isso essencial em futuras avaliações no decorrer do processo.


9. Aposte na formação

Assegure a formação e orientação do novo membro. Privilegie sempre que possível a prática e ofereça um manual de procedimentos que o auxilie a executar suas tarefas de forma mais eficiente. Nesta fase, ele tem de ficar a par dos sistemas, ferramentas e recursos disponíveis - considere preparar um manual de procedimentos para reduzir erros de comunicação.


10. Diversão é a chave

É importante que o novo funcionário se sinta conectado com a equipa e com a empresa. Certifique-se, para isso, que todos os membros são incluídos no onboarding. Pode incentivar a integração, organizando refeições ou atividades de team building simples.


11. Crie oportunidades de networking

Estabeleça canais de comunicação onde os novos funcionários possam partilhar ideias, questões e comentários. Proporcione oportunidades para a interação com outras pessoas da empresa e do sector.


12. Feedback é a alma do negócio

Durante o processo de integração, estabeleça um sistema de feedback e avaliação, regular e construtivo, para que o novo colaborador saiba como se está a sair e tenham ambos a oportunidade de proceder a eventuais ajustes. É essencial que ele saiba que está interessado na sua evolução e desenvolvimento.


13. Comemore o sucesso

É importante que ele sinta o reconhecimento da empresa e veja o seu esforço valorizado desde o início, por isso celebre com o novo colaborador o atingir de objetivos estipulados.


14. Prepare o futuro

O onboarding terminou, mas ele será um “rookie” durante bastante tempo. Por isso, mantenha o acompanhamento e verifique regularmente se o novo membro continua a adaptar-se bem e consegue ser produtivo. Peça-lhe também a sua própria avaliação para que possam identificar áreas a melhorar.



Como todas as viagens de avião, o onboarding também pode ter as suas turbulências, mas com um bom espírito de equipa e foco nas soluções, é possível superar os desafios e chegar ao destino com sucesso. Afinal, o importante é aproveitar a jornada, aprender com as experiências e, acima de tudo, manter o cinto de segurança bem apertado.

Boa viagem, novos colaboradores!


 

Se gostou destas ideias, partilhe-as com alguém que possa gostar também!

👉 Siga-nos para mais ideias em @grandideia (LinkedIn).


#onboarding #onboardingdesucesso #recrutamento #rentencaodetalentos #grandblog


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page