top of page

5 Dicas para um Brainstorming de Sucesso

O conceito de brainstorming surgiu durante a criação de um anúncio publicitário, por Alex Faickney em 1942. O seu principal objetivo era o de gerar novas ideias sem criticar ou bloquear nenhum pensamento à partida.


Hoje, o conceito é mesmo e tornou-se fundamental para todo o tipo de trabalhos, estejam eles relacionados com criatividade ou não. Sair de momentos de estagnação, encontrar novos produtos ou serviços, criar envolvimento com a equipa enquanto se descobrem formas de melhorar os processos - todas estes são desafios que muito podem beneficiar de uma sessão de brainstorming.


Este útil processo impulsiona o processo de ideias, aprimora a criatividade dos participantes e, mais importante de tudo, apresenta variadas e novas perspetivas em relação a um problema, podendo gerar inúmeras soluções interessantes.


Apesar de ser algo tão livre como uma verdadeira chuva de ideias, quisemos reunir aqui alguns métodos que tornam estas sessões mais eficientes e produtivas.


1. Estabelecer metas

Toda a equipa deve compreender perfeitamente o objetivo principal e os objetivos a alcançar, só assim trabalham em conjunto numa única direção.


2. Incentivar a criatividade

Parece óbvio depois da explicação do que é um brainstorming, mas é aqui que muitos falham. Deve ser totalmente abraçada a liberdade de expressão para que as ideias comecem a surgir e sejam, em conjunto, desconstruídas até chegar ao produto final.


3. Desafiar

Ideias não filtradas, que nem pedem autorização antes de sair das nossas bocas, são diamantes em bruto. Quando lapidados em seguida por toda a equipa, podem tornar-se grandes ideias. Desafie a sua equipa a conseguir estruturar uma ideia em apenas dez minutos.


4. Criticar e partilhar

Nomeie um moderador com um único propósito: não o de dar destaque a alguém, mas sim o de evitar o caos. Compartilhar ideias de forma estruturada permite que todos sejam capazes de intervir, que se abra espaço para discussão e partilha, e que se excluam julgamentos logo à primeira aparição.


5. Categorizar

Para arrumar as ideias de todas as etapas anteriores, é fundamental parar para organizar. Nesta fase compreendemos a grande vantagem dos post its. Com um simples quadro branco, criem os nomes das categorias e movam as ideias para o lugar mais adequado. Perceber o que faz mais ou menos sentido, onde está o potencial e trabalhar sobre aquilo que parece mais promissor é o próximo passo.


Pequenos truques como manter a reunião breve, não envolver muitas pessoas, esclarecer exatamente quais são os problemas que precisam de solução, estabelecer uma agenda clara, certificar-se de que todos os membros vêm preparados e tornar a reunião o mais descomplicada possível ajudam a desbravar o caminho do sucesso.


Ainda não sabe como começar?


A Grand’Ideia joga em casa neste tema e conta com especialistas em design de negócios que proporcionam a grandes marcas sessões estratégicas focadas na comunicação e resolução de problemas, através de uma inspiradora sessão de brainstorming.


Com histórico em clientes como Mercedes-Benz, Tinder, Banco de Portugal, Grupo Neoenergia/Iberdrola, Coca-Cola e Rock in Rio, entre outros, os moderadores dão o palco aos post its, onde nascerão grandes ideias, fruto de um espírito de equipa aguçado e foco num futuro ainda mais brilhante.


Contacte eventos@grandideia.pt ou 963763717 para mais informações.

 

Se achou este artigo interessante, partilhe com alguém que pode gostar também.


👉🏻 Siga-nos para mais ideias em @grand’ideia (Linkedin).




Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page